Pular para o conteúdo principal

FOLIÕES FICAM FERIDOS APÓS CONFUSÃO DURANTE PASSAGEM DE TRIO DE IVETE SANGALO NO FORTAL 2023

 


Um acidente envolvendo o trio elétrico comandado por Ivete Sangalo deixou várias pessoas feridas na noite de sábado, 22, no Fortal 2023, em Fortaleza. Em relatos e vídeos nas redes sociais, os participantes do evento relataram momentos de desespero e violência e reclamaram do atendimento recebido.⁠
Conforme relatos, o incidente ocorreu porque o bloco anterior ainda não havia terminado seu percurso e a pista não estava liberada. O trio de Ivete teria continuado avançando mesmo sem o espaço liberado, o que teria ocasionado o aperto contra os foliões.⁠
Enquanto o carro continuava avançando, parte do público tentou correr e ultrapassar a barreira de segurança, o que teria gerado confusão e deixado mais pessoas feridas.⁠
Em nota, a organização do Fortal informou que o incidente ocorreu “quando os foliões empurraram a estrutura de separação dos blocos e os seguranças tiveram que suspender para evitar maiores danos”.⁠ O evento informa, ainda, que seis pessoas tiveram ferimentos leves e “rapidamente receberam assistência das equipes de segurança”.⁠

O Povo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

PREFEITOS ESTÃO CHORANDO DE BARRIGA CHEIA SOBRE CRISE, E MUNICÍPIOS RECEBEM EM AGOSTO 40% A MAIS DE FPM EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO

  O segundo repasse de agosto do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) às prefeituras será quase 40% maior do que a transferência feita no mesmo período do ano passado. Nesta sexta-feira (18), as cidades recebem quase R$ 1,3 bilhão, ante os R$ 926,5 milhões que embolsaram no dia 19 de agosto de 2022.  O montante já leva em conta o desconto de 20% para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, o Fundeb, que totaliza quase R$ 323 milhões.  Especialista em orçamento público, Cesar Lima diz que o acréscimo aos cofres municipais é significativo e interrompe a queda vista no último dia 10. "Isso vem aí em um ritmo, há alguns meses, de melhora na economia. Estamos em um viés de recuperação dos valores repassados pelo FPM, que esperamos que logo esteja igualado e até superado [o do ano passado] com a melhora dos índices econômicos", afirma.  Alívio Após a queda no primeiro repasse do FPM em agosto, a alta de 40% tr

ROMBO FISCAL: SITUAÇÃO DA PREFEITURA DE CAICÓ(RN) É UMA DAS PIORES DO PAÍS EM CAPACIDADE DE PAGAMENTO, APONTA RELATÓRIO DO TESOURO NACIONAL

Reprodução/CAPAG A situação fiscal do município de Caicó está entre as piores do Brasil segundo relatório divulgado pela Secretaria do Tesouro Nacional -STN.  Em uma escala que avalia a capacidade de pagamento dos municípios e que vai de “A” até “C” a Prefeitura de Caicó ficou com a pior nota devido os péssimos índices dos indicadores de poupança corrente que a relação receita/despesa atingindo 98,08% bem como o indicador de liquidez que trata das obrigações financeiras e disponibilidade de caixa onde Caicó chegou a incríveis 228,44% de comprometimento.  Ao atingir a nota “C” o município já fica impedido de receber qualquer financiamento com garantia da união além de está sujeito a outros problemas perante o tesouro nacional.  O que é CAPAG ?  A sigla CAPAG significa Capacidade de Pagamento e faz referência a uma classificação de risco elaborada pelo Tesouro Nacional para avaliar a situação fiscal de entes subnacionais (estados, distrito federal e municípios) e identificar aqueles que