Pular para o conteúdo principal

PROJETO CATEDRAL INTERATIVA EXIBE HISTÓRIA COMPLETA DA MATRIZ DE SANT'ANA DE CAICÓ

 

Peça importante da história e da religiosidade do Seridó, a Catedral de Caicó dedicada a Sant’Ana é um patrimônio potiguar de 275 anos, que agora pode ter sua longa trajetória mais conhecida e apreciada através da tecnologia. 

O projeto “Catedral Interativa” oferece aos visitantes e fiéis uma experiência virtual e audiovisual através de placas de QR Code espalhadas por todo o templo.  Cada ponto exibe curiosidades que envolvem a história da igreja. A ação é uma iniciativa do portal Caicó Criativa, com patrocínio do Edital de Economia Criativa 2022 do Sebrae-RN. 

Além da origem da catedral e das imagens de Sant’Ana, são destacadas curiosidades como: as autoridades sepultadas na igreja; os bancos particulares do passado; a construção da segunda torre e outras mudanças arquitetônicas; a época em que a igreja sediava as eleições; a dimensão do território da Freguesia de Sant’Ana do Seridó, que já incluiu parte da Paraíba; a construção do Arco do Triunfo; entre outras, sendo ao todo 20 tópicos. O material foi produzido a partir do trabalho dos   pesquisadores Iracema Nogueira, Adauto Guerra, Sebastião Arnóbio, Dikson Freire e Padre Gleiber Dantas.

Segundo Diego Vale, produtor do projeto Catedral Interativa, o objetivo é proporcionar ao turista e visitante da catedral uma experiência diferenciada. Basta apontar a câmera do celular para as placas fixadas e ter acesso aos conteúdos audiovisuais. “A ideia é que durante o ano inteiro, e não apenas na Festa de Sant’Ana, as pessoas possam visitar e conhecer mais sobre o nosso patrimônio, mesmo que não exista um guia ou condutor local”, ressaltou. 

O padre Alcivan Tadeus, paróco de Sant’Ana, definiu o projeto como “inovador”, algo que vai acentuar a comunicação da igreja caicoense com os seus vistantes. “Mais um passo dado com a tecnologia a nosso favor para ajudar a quem quer aprender mais sobre a religiosidade e a cultura do sertão do Seridó”, disse.  “É um projeto que dialoga o físico com o digital, mostrando a nossa cultura para todas as gerações”, completou Pedro Medeiros, gerente da Agência Sebrae no Seridó Ocidental. 

Patrimônios imateriais

O projeto Catedral Interativa foi aprovado na categoria ‘Patrimônio Imaterial’ do Edital de Economia Criativa 2022 do Sebrae, uma nova categoria  acrescida na última edição da chamada pública. Em 2010, a Festa de Sant’Ana de Caicó já havia sido considerada Patrimônio Imaterial do Brasil, inscrita no Livro das Celebrações do Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.  

Outro projeto, lançado em julho de 2022, com apoio do  Sebrae para contribuir com a salvaguarda da Festa de Sant’Ana, foi o álbum de colorir da Revista Collecione, uma publicação voltada principalmente para crianças, que conta a história do evento, e destaca os elementos essenciais desse patrimônio cultural.

A existência da Catedral de Sant´Ana está ligada ao crescimento do povoado de Queiquó e sua importância religiosa. No ano de 1748 foi criada a freguesia da Gloriosa Santa Ana do Seridó, e iniciada a construção do templo. Ao logo dos séculos, o local passou por várias alterações. Em 1824, Frei Caneca visitou Caicó e descreveu a matriz como uma  “igreja pequena, nova e bem paramentada”. 

Em 1920 foram suprimidas as tribunas afim de tornar a igreja mais clara, ventilada e funcional; as cadeiras individuais foram substituídas por bancos coletivos, e instalada a iluminação elétrica no seu interior. Em 1955 foi construída a segunda torre. Ao longo da década de 80 e início de 90, várias pequenas reformas e mudanças foram feitas na catedral. A igreja apresenta atualmente uma mistura de estilos, entre o colonial, neoclássico, e gótico. 

Tribuna do Norte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.