Pular para o conteúdo principal

PREFEITURA DE NATAL INVESTE R$ 6 MILHÕES E EQUIPA COM MOBILIÁRIO A REDE MUNICIPAL DE ENSINO

 


A Prefeitura do Natal investiu neste ano de 2022 mais de R$ 6 milhões em mobiliário escolar e equipamentos para atender às 146 unidades da Rede Municipal de Ensino. Neste mês de dezembro foram adquiridos mil conjuntos do tipo aluno adulto formado por uma cadeira e uma mesa, 62 cadeiras fixas estofadas sem braços, 270 cadeiras giratórias com braços estofadas, 111 mesas retas, sete mesas de reunião retangular e 50 conjuntos refeitórios com tampo injetado para oito lugares adulto/juvenil e infantil, no valor total de R$ 1.335.250,00.

Esse número se soma ao investimento realizado em abril, no valor de R$ 5.532.296,00, que garantiu a aquisição de mil conjuntos infantis compostos por seis mesas, seis cadeiras e uma mesa central, 2.031 conjuntos do tipo aluno adulto formado por uma cadeira e uma mesa, 600 conjuntos para aluno juvenil formado por uma cadeira e uma mesa, 1.387 conjuntos de educação infantil com quatro lugares e 150 conjuntos refeitórios com tampo injetado para 10 lugares adulto/juvenil e infantil. Desta maneira, foram destinados um total de R$ 6.867.546,00 em mobiliário para garantir melhor conforto no ambiente escolar.

A aquisição do material foi realizada através de adesão à ata de registro de preço por meio de pregão eletrônico, sendo os contratos para fornecimento assinado com a empresa APFORM Indústria e Comércio de Móveis LTDA. Os setores de Almoxarifado e Transporte da SME-Natal já concluíram a distribuição para as unidades de ensino. 

A titular da Secretaria Municipal de Educação, professora Cristina Diniz, enfatiza a importância da aquisição dos novos mobiliários. “O investimento de quase sete milhões de Reais reforça o compromisso do prefeito Álvaro Dias com a educação de qualidade no município de Natal, visto que o mobiliário, o espaço escolar e sua organização são elementos que favorecem o bem-estar de alunos e professores, e uma aprendizagem mais efetiva em todos os seus aspectos”, reforçou a secretária.     

O diretor administrativo da Escola Municipal Professor Laércio Fernandes Monteiro, Janieri Luiz da Silva, contou que a unidade recebeu 100 conjuntos do tipo aluno adulto formado por uma cadeira e uma mesa. “Os novos mobiliários farão com que o aluno seja melhor acomodado, e se sinta respeitado e valorizado. Também vai ajudar no processo de alfabetização desse estudante proporcionando uma melhor qualidade de ensino. Com os novos equipamentos, o professor vai conseguir ter uma melhor facilidade do trabalho e dessa forma o aluno vai se sentir mais confortável em sala de aula”, afirmou o diretor. A escola está situada no bairro Nossa Senhora da Apresentação e possui 713 estudantes matriculados.    

O Centro Municipal de Educação Infantil Padre João Perestrello, situado no bairro de Mãe Luiza, foi contemplado com cadeiras giratórias com braços estofadas. “O CMEI Padre João Perestrello está muito grato pelo cuidado e zelo que a Secretaria de Educação está tendo com os profissionais da unidade de ensino, trazendo possibilidades de um ambiente salutar para que o professor se sinta valorizado. Recebemos uma mobília nova e mais confortável, que proporcionará qualidade para o profissional como também trará qualidade às crianças que estão nesse ambiente alfabetizador, que valoriza e tem a criança como centro de aprendizagem”, ressaltou a gestora administrativa Kívia Felix de Moraes Pereira. O CMEI atende 164 crianças, dos Níveis I ao IV.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.