Pular para o conteúdo principal

LIRA ANUNCIA QUE PEC DA TRANSIÇÃO SERÁ VOTADA NA QUINTA (20) NO PLENÁRIO DA CÂMARA

 


O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), anunciou que a PEC do Estouro será votada na próxima terça-feira (20) no plenário da Casa. A declaração foi dada após horas de reuniões com integrantes do PT e demais líderes partidários.

A Proposta de Emenda à Constituição que busca viabilizar o pagamento de R$ 600 mais o adicional do Auxílio Brasil –ou Bolsa Família, caso o nome seja alterado– no ano que vem está na pauta do plenário da Câmara desde segunda (12), porém, por falta de consenso, ainda não foi votada.

A intenção de Lira é que o plenário da Câmara na terça seja dedicado à discussão e votação da PEC do Estouro, fora alguma matéria remanescente na pauta, se for o caso. O projeto do orçamento de 2023 deve ser analisado na próxima quarta (21), acrescentou.

“Vamos utilizar o plenário da Câmara dos Deputados na terça o dia todo com a pauta da PEC da Transição a partir das 9h. De manhã e tarde. Na terça-feira, nós estamos terminando e ultimando as conversações. Diferente do que tem sido noticiado, sem nenhum tipo de barganha, porque essa presidência nunca fez, mas acomodando votos para que se tenha o quórum necessário para enfrentar as votações principais e os destaques que possam vir do plenário desta Casa”, declarou.

Lira disse ainda que deve ser realizada uma nova sessão conjunta do Congresso nesta sexta (16) para continuar a análise de matérias que não foram deliberadas hoje.

A intenção do PT era de votar a PEC do Estouro ainda nesta terça. Contudo, logo após o anúncio de Lira, o próprio líder do PT na Câmara, Reginaldo Lopes (MG), afirmou entender ser preciso “construir mais diálogo e mais convergência”. Antes disso, o presidente da Câmara estava reunido com petistas e outros parlamentares.

“Queremos convencer os demais líderes da importância da aprovação da PEC do Bolsa Família no valor de R$ 145 bilhões por dois anos”, disse Lopes, ao defender o texto como aprovado pelo Senado. “Vamos juntos até terça de manhã, 9h, iniciar esse debate e concluir.”

Dúvidas

Os aliados do presidente da República eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ainda não têm certeza se contabilizam mais do que os 308 votos necessários para aprovar a PEC em dois turnos de votação.

Há divergências em relação a prazos e valores estipulados no texto como aprovado no Senado. Outros pontos de divergência são deixar a equipe de transição como um dos responsáveis pela destinação de recursos tratados pela PEC, a possibilidade do uso de recursos “esquecidos” do PIS/Pasep e a previsão que permite mudança de âncora fiscal por projeto de lei complementar, por exemplo.

Não há consenso inclusive dentro de partidos que o PT espera ter ao seu lado na votação da PEC na busca de construir uma base aliada mais robusta a partir do ano que vem. Por exemplo, PP, PSD e União Brasil.

Outros pontos da PEC

Além do Auxílio Brasil turbinado, outros pontos da PEC permitem o furo do teto de gastos para bancar mais iniciativas do futuro governo Lula, a partir de 2023.

Apesar do anúncio de Lira, há no PT quem insista em pedir a votação para esta quinta. O deputado federal José Guimarães (PT-CE) disse que deve conversar com Lula ainda hoje sobre a busca de apoio e consenso para a PEC.

CNN Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.