Pular para o conteúdo principal

INFLUENCER DESCOBRE 13 TRAIÇÕES DO MARIDO E DESVIO DE R$ 7 MILHÕES

 


Reprodução/Instagram 

Após tornar pública sua separação com o médico Antônio Dourado Neto e relatar que foi traída pelo menos 13 vezes, Lara Nesteruk voltou às redes sociais e disse que o ex manteve em seu celular conteúdo íntimo de uma funcionária do escritório que dividiam – segundo a profissional, conteúdo este roubado pelo chefe.

A coluna LeoDias teve acesso ao processo que Lara move contra Neto, em que ela relata que o ex tirava dinheiro da empresa para contratar garotas de programa.

Um boletim de ocorrência foi anexado ao processo. Nele, Lara relata que passou a desconfiar de Neto após ele tornar-se sócio de sua empresa em 2021. Ela contratou uma pessoa de sua confiança para administrar os negócios, que observou um desvio de mais de R$ 7 milhões e que ele usou parte desse dinheiro para pagamento de prostitutas e drogas.

Roubo de fotos da secretária

Lara relatou que evitou expor tudo, tentou resolver no diálogo, mas não foi possível. “A minha secretária é uma pessoa maravilhosa, é uma menina de ouro que ajudei e vou ajudá-la para sempre”, disse ela e seguiu: “Tenho provas de tudo[…]. Um dia recebo uma ligação dele me falando assim: ‘Vem aqui no consultório ver o que achei no computador’. Cheguei lá, fotos pessoais dessa minha secretária abertas no computador”.

“Eu sentei com ela, falei que essas coisas acontecem, é uma coisa chata e disse: ‘fique tranquila, nada vai acontecer, eu já conversei com ele, ele nem vai falar disso com você, imagino a vergonha que você está, fique tranquila, tá tudo certo e a gente seguiu a vida. Isso foi entre 2020 e 2021. Em abril deste ano, esse homem mostrou, no celular dele, fotos pessoais da minha secretária, e não no computador da clínica, como a gente acreditava que ele tinha ‘encontrado’, porque depois a gente descobriu que ele não ‘encontrou’, ele procurou. Estava no celular dele há mais de um ano e ele mostrou para outros homens”.

“Eu só fiquei sabendo há seis dias atrás que ele tinha esses vídeos e tinha mostrado para pessoas. Assim que eu soube, fui falar com minha secretária, que ficou super envergonhada, ultrajada”, contou Lara, que relatou ainda que a secretária criou um grupo no WhatsApp com os envolvidos para colocar a história em pratos limpos, mas foi ignorada.

“Você invadiu minha privacidade e acessou meu drive pessoal pelo computador do consultório, você roubou fotos e vídeos íntimos meus”, disse a secretária em uma das mensagens.

A influenciadora se mostrou indignada com o fato dos envolvidos sequer terem se desculpado com a secretária. A profissional relatou que eles, apenas, pediram desculpas por ela “ter sido envolvida nesta loucura”, referindo-se a atitude de Lara em expor a situação.

Lara compartilhou um print de uma conversa de WhatsApp. Segundo ela, Neto tenta culpar outra pessoa pela situação envolvendo as fotos da secretária. “Esse cara não admite nada do que fez”, desabafou a influenciadora, que relatou ainda que o ex tentou colocá-la como louca.

Tentativa de conversa

“Eu estou, nesses dias todos, sofrendo para um c@ralh0, sem comer, sem conseguir dormir. Toda vez que vou tomar banho, me olho e choro. Fez um inferno em minha vida”, relatou ela.

“Eu ainda não falei de todas as vezes que ele foi para put&ir0, com dinheiro que ele sabe que não ganhou, com os amigos dele. Que triste eu ter fotos e provas disso. Eu estava lá trabalhando feito uma desgr@çad@ para ter dinheiro pra gente, para fazer de nossa vida uma vida boa, e ele indo em cada um desses lugares”, desabafou.

Lara mostrou ainda a gravação de uma ligação com o ex, em que ela tenta marcar uma conversa entre os dois para resolver a situação. Ele diz que acha melhor não conversar. “Não faça isso comigo, pelo amor de Deus. Você não me respeitou, você está sendo muito cruel. Não faz isso, por favor”, diz a influenciadora na ligação, enquanto chora.

Primeiro exposed

No começo de novembro, através de uma live em um perfil privado para fãs, Lara, segundo relatos de seguidores que assistiram a transmissão, descreveu que as traições, ao menos 13, foram com garotas de programa.

Assim como relatou no mais recente desabafo, Lara, no primeiro exposed, contou que o ex tentava abaixar sua autoestima ao citar o fato dela estar magra.

Leo Dias Metrópoles

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.