Pular para o conteúdo principal

MAIS DE 2 MIL PESSOAS ESTÃO À ESPERA DE CADEIRAS DE RODAS NO RN

 


“Olá, me chamo Cláudio Rianderson e tenho 7 aninhos”. É assim que começa a campanha beneficente feita para ajudar na compra de uma cadeira de rodas para uma criança do interior do Estado. Sua mãe, Isabel da Silva, solicitou o equipamento há quase 10 dias no Centro Estadual de Reabilitação e Atenção Ambulatorial Especializada (CERAE), antigo CRI, mas não obteve nenhuma perspectiva de retorno, apenas relatos de que a espera é grande demais. Eles se juntaram a uma fila de 2.393 pessoas à espera de cadeiras adaptadas no Rio Grande do Norte.

Isabel conta que solicitou a cadeira na semana passada, não foi avisada de prazos ou datas de recebimento nem quando deveria retornar ao centro. Ouviu apenas mais reclamações de outras mães de que o processo era demorado demais.

“Não deram prazo nenhum. A única informação que eu fiquei sabendo das mãezinhas que também fazem acompanhamento foi que tem mãe que está esperando há muito tempo na fila. Tem pessoas que dependem só daquela cadeira normal, sem ser sob medida, e que estão há muitos anos só esperando”, conta.

Mães aguardam há anos

Maria Lidiane, 26, é de Pedro Avelino e a espera por uma cadeira dura tanto que ela nem lembra o dia exato que fez a solicitação. Só lembra que o filho, José Caio, que tem paralisia cerebral, tinha menos de sete anos quando foi ao centro. Uma cadeira só chegou neste ano, mas todas as medidas já estavam ultrapassadas, então a criança precisou ser reavaliada pela equipe de fisioterapeutas do CERAE. “Quando a dele veio, estava pequena e teve que ser devolvida. Eu fiz na época de Robinson Faria”, lembra.

Tribuna do Norte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

DECISÃO DE TOFFOLI SOBRE SUPLENTE DE DELTAN PODE TIRAR MANDATO DE UBALDO FERNANDES

Foto/Reprodução  O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli acatou pedido liminar do Podemos e mandou a Câmara dos Deputados  empossar Luiz Carlos Hauly na vaga que era de Deltan Dalanhol que teve o registro indeferido pelo TSE.  Essa decisão pode acabar tendo desdobramentos no Rio Grande do Norte e fazer Ubaldo Fernandes perder o mandato de deputado estadual.  Isso pode ocorrer porque no caso de Luiz Carlos Hauly o ministro Toffoli mandou empossar um suplente que não atingiu a chamada cláusula de barreira.  Já no Rio Grande do Norte em caso identifico o TRE impediu o suplente de Wendel Lagartixa(PL) ,Tenente Cliveland(PL), de assumir justamente pelo fato dele não ter atingido a mesma cláusula de barreira, empossando assim Ubaldo Fernandes.  Caso o plenário do STF confirme a liminar de Tofoli o suplente Tenente Cliveland terá todas as condições de pedir sua posse como deputado estadual.