Pular para o conteúdo principal

TRAIRAGEM: ROGÉRIO MARINHO TRAI O PREFEITO ÁLVARO DIAS E NÃO GARANTE RECURSOS JÁ APROVADOS PARA PREFEITURA DE NATAL

Deu em Thaísa Galvão:

O senador eleito Rogério Marinho (PL) ainda nem tomou posse e já parece estar rompido com o prefeito de Natal Álvaro Dias, padrinhos dos mais fortes e um dos grandes responsáveis pela sua eleição.

Álvaro chegou a pedir votos para Rogério dizendo aos seus eleitores que votando em Rogério eles estariam votando nele próprio.

A estratégia deu tão certo que Rogério Marinho teve quase a mesma votação em Natal, do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, que também foi candidato a senador.

Entre os aliados de Álvaro já se fala em traição nos primeiros minutos do primeiro tempo.

É que Rogério não garantiu as propostas orçamentárias encaminhadas pela Prefeitura, analisadas e aprovadas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, de onde ele, mesmo afastado, continuava dando as cartas ao sucessor e seu indicado, o ministro Daniel Ferreira.

As propostas enviadas ao Ministério e que totalizavam 38 milhões de reais, seriam para incluir a orla urbana e o centro histórico de Natal, nas obras do projeto turístico da Pedra do Rosário.

“Os recursos federais, com uma contrapartida do Município, iriam concretizar o projeto da Praia do Meio”, disse a secretária de Planejamento da Prefeitura de Natal, Joana Guerra, procurada pelo Blog.

Segundo Joana, as propostas orçamentárias foram analisadas e aprovadas pelo Ministério. “Fizemos até ajustes pedidos pelo Ministério, mas na hora de empenhar, não empenharam”, disse Joana Guerra, explicando que a Prefeitura tomou todas as providências para garantir os recursos, e que até o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) havia aprovado o projeto da Pedra do Rosário. Sem os recursos, que foram aprovados mas não liberados, o projeto será limitado.

“Sem dúvida os recursos farão falta dentro do que foi planejado, um prejuízo para Natal”, disse a secretária.

No grupo que apoiou a eleição de Rogério Marinho para o Senado, ninguém entendeu a posição do ex-ministro bolsonarista, que garantiu empenho de recursos do Ministério para a Prefeitura de Mossoró, mas ignorou Natal entre suas prioridades.

Mesmo com análise e aprovação dos projetos, o ministro afilhado de Rogério não empenhou os recursos, que com a virada do ano não ficaram garantidos sequer nos restos a pagar.

Politicamente há quem estranhe a posição do ex-ministro do governo Bolsonaro, Daniel Ferreira, em não priorizar repasses para a prefeitura aliada do seu principal padrinho, Rogério Marinho. O que faz crer que o ex-ministro Daniel possa ter recebido um alerta de sinal vermelho para Natal.

Com o ocorrido, difícil acreditar que entre Rogério Marinho e o prefeito Álvaro Dias, o clima continue de aliados.

A oposição aos governos Fátima e Lula já rachou no Rio Grande do Norte.

E Rogério começa o mandato de senador virando as costas para a população de Natal.

/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.