Pular para o conteúdo principal

APENAS DOIS CAMPEÕES MUNDIAIS PELO BRASIL COMPARECERAM AO VELÓRIO DE PELÉ


Autoridades, famosos, atletas e dirigentes de futebol marcaram presença no velório de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. A cerimônia foi realizada na Vila Belmiro, em Santos, entre segunda-feira (2) e terça (3).

Mais de 230 mil pessoas compareceram ao velório do Rei Pelé, realizado durante 24 horas no campo principal do estádio da Vila Belmiro. Chefes de Estado ligados ao esporte e autoridades políticas compareceram ao local durante o período. Jogadores e ex-jogadores do futebol brasileiro também marcaram presença para prestar uma última homenagem ao maior atleta da história, mas a ausência de grandes nomes do futebol do país não passou despercebida. Veja a seguir quem compareceu na cerimônia.

Entre campeões mundiais, apenas dois estiveram presentes. O volante Mauro Silva, único entre os que conquistaram o título da Copa do Mundo em 1994, e o também volante Clodoaldo, campeão pela seleção brasileira em 1970, foram os jogadores que foram até a Vila Belmiro para se despedir de Pelé.

Outros jogadores que vestiram a camisa do Brasil em Copas do Mundo e estiveram na cerimônia, foram os ex-meio-campistas Elano, que fez parte do grupo que esteve na África do Sul, em 2010, e Zé Roberto, que jogou o mundial de 2006 com a Canarinho, na Alemanha. Ambos foram os únicos entre os brasileiros que participaram de Copas no atual século, a estarem presentes no local.

Zé Roberto e Edinho, filho de Pelé, carregam o caixão do Rei na Vila Belmiro (Foto: Reprodução/Twitter)

Comentarista esportivo e ex-jogador de futebol, Neto esteve na Vila na madrugada desta terça-feira para se despedir do Rei e criticou as ausências de figuras importantes do futebol brasileiro.

“Ele não é nosso ídolo, é ídolo do mundo. Só que nosso país é um país sem cultura, sem educação, os pentacampeões não vieram, os tetracampeões não vieram, o treinador da Seleção não veio. Mas o mais importante é as pessoas virem. O Pelé é eternizado. As pessoas têm que entender que o Edson Arantes do Nascimento era um ser humano como todos nós, que erra… O Pelé, não”, reclamou Neto.

Veja os jogadores que marcaram presença na cerimônia de despedida ao Rei Pelé

O portal “ge.globo” fez uma lista com todos os jogadores, ex-jogadores e treinadores de futebol que estiveram no local durante o velório. Confira abaixo.

  1. Clodoaldo
  2. Mauro Silva
  3. Zé Roberto
  4. Elano
  5. Paulo Roberto Falcão
  6. Neto
  7. Careca
  8. Emerson Sheik
  9. Marcelinho Carioca
  10. Manoel Maria (companheiro de equipe de Pelé no Santos)
  11. Lima (companheiro de equipe de Pelé no Santos)
  12. Abel (companheiro de equipe de Pelé no Santos)
  13. Léo (ex-jogador do Santos)
  14. Serginho Chulapa (ex-jogador do Santos)
  15. Ricardo Oliveira (ex-jogador do Santos)
  16. Aranha (ex-goleiro do Santos)
  17. Macedo (ex-jogador do Santos)
  18. Jamelli (ex-jogador do Santos)
  19. Aguinaldo (ex-jogador do Santos)
  20. Narciso (ex-jogador do Santos)
  21. Índio (ex-jogador do Santos)
  22. Geninho (ex-técnico do Santos)

Do time atual do Santos, os jogadores Marcos Leonardo, Zanocelo, Soteldo, Pirani, Maicon, João Paulo, Alex, Patati e Ivonei estiveram na despedida do Rei. O técnico Odair Hellman também esteve no local, assim como o elenco completo da equipe sub-20 do clube santista.

Entre os clubes brasileiros, além do Santos, segundo informação publicada pelo jornalista Bruno Formiga, da “TNT Sports”, apenas São Paulo, Palmeiras e Botafogo, que esteve na Vila com o ex-jogador e ídolo do clube, Afonsinho, estiveram presentes para dar o último adeus ao Rei do Futebol.

Na última segunda-feira (2), o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, e o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, foram ao estádio do Santos prestar uma última homenagem a Pelé. Na manhã de hoje, o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, também fez uma breve aparição na cerimônia para se despedir do Rei.

IN Magazine

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.