Pular para o conteúdo principal

ORLA DE NATAL VAI RECEBER R$ 120 MILHÕES DE INVESTIMENTOS DA PREFEITURA

 


foto: Joana Lima

Com o objetivo de requalificar a infraestrutura da orla urbana da cidade, a Prefeitura de Natal está executando um conjunto de intervenções que irão modificar totalmente a realidade das praias do Meio, Ponta Negra e Redinha. O que se busca é valorizar, fomentar e potencializar a principal atividade econômica do Município que é o Turismo. Com a execução do projeto do Complexo da Redinha, da engorda e enrocamento de Ponta Negra e a qualificação viária da Praia do Meio, serão investidos mais de R$ 120 milhões. Os recursos aplicados são do Município e do Governo Federal.

“A orla urbana de Natal precisa ser totalmente repaginada. Temos uma beleza natural de fazer inveja, mas somos conscientes de que precisamos melhorar nossa infraestrutura. É preciso oferecer conforto, segurança para os natalenses e turistas. Essa série de obras vai fazer com que o Município ganhe muito, já que são intervenções necessárias e urgentes. Já começamos o trabalho na Redinha, a licitação do enrocamento de Ponta Negra já foi finalizada e estamos no aguardo da licença para iniciar os serviços. Já a engorda estamos finalizando o projeto básico. Na praia do Meio, a Secretaria de Mobilidade Urbana também está nos trâmites finais do projeto. De uma ponta a outra, vamos entregar uma nova orla para a capital potiguar”, prevê o prefeito Álvaro Dias.

A chamada engorda da praia de Ponta Negra vai deixar a faixa de areia com 100 metros, quando a maré estiver seca, e com 30 metros, quando estiver cheia. A intervenção acontecerá da área do Morro do Careca e se estenderá até imediações do Hotel Serhs. A complementação do enrocamento, protegendo a zona costeira, partindo do final do calçadão até um pouco depois do Serhs, também será realizada. A expectativa é de que os serviços sejam realizados em 30 meses a um custo de R$ 52 milhões.

A obra será conclusão de parte de um projeto que já existe nas proximidades do Morro do Careca. Ao todo, a engorda terá 1.173 metros de extensão. A previsão é de que serão construídas também uma proteção costeira com 7 escadas e 4 rampas de acesso à praia. O projeto será realizado de forma pausada para evitar transtornos aos turistas e banhistas que trafegam pelo local. Nessa etapa do enrocamento, serão investidos R$ 23,5 milhões.

Saindo de Ponta Negra, as intervenções vão alcançar as praias da Zona Leste. O projeto de qualificação viária da Praia do Meio está sendo elaborado pelos técnicos das secretarias municipais de Planejamento (Sempla) e Mobilidade Urbana (STTU). Toda a extensão do calçadão será recuperada, da praia dos Artistas até o Forte dos Reis Magos. Toda a parte de proteção costeira também será executada. Está prevista a recomposição da malha asfáltica tanto da Avenida Café Filho como da Avenida 25 de dezembro. Além disso, o projeto terá toda a acessibilidade necessária e ciclovia. Outra intervenção prevista é a construção de espaços de lazer e prática esportiva de esportes de areia.

A Praça do Pescador, nas imediações do extinto Hotel Reis Magos, também será repaginada com a previsão de um novo traçado, ciclovia e demais serviços. Por fim, todas essas melhorias vão se estender pela Ladeira do Sol até o mirante localizado na avenida Getúlio Vargas, melhorando a iluminação do espaço, executando o recapeamento asfáltico e promovendo acessibilidade nas calçadas.

“A orla leste está muito castigada. Vamos promover uma grande intervenção na área, melhorando as condições de tráfego, acessibilidade, criando espaços para a prática de esportes e demais atividades. A orla de Natal precisa e deve ser mais bem conservada e tratada. Vamos dar a devida atenção que esse espaço privilegiado merece”, assegura Álvaro Dias. Todo esse conjunto de obras está orçado em R$ 22 milhões. Há ainda a previsão de um serviço complementar de recuperação nos quiosques existentes do calçadão, mas, de acordo com a equipe da Sempla, essa será uma etapa posterior, já que os recursos garantidos não podem ser empregados nesse tipo de serviço.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.