Pular para o conteúdo principal

HOMEM FOI CONDENADO A 12 ANOS E 3 MESES POR TENTATIVA DE FEMINICÍDIO EM CAICÓ. DEFESA ESPERA PROGRESSÃO PARA O SEMIABERTO

 


O réu Adriano Jorge Alves de Azevedo, foi condenado na noite desta terça-feira (07), a uma pena de 12 anos e 3 meses a ser cumprida inicialmente em regime fechado. Ele foi julgado no Fórum Municipal Amaro Cavalcanti, por ter tentado matar com disparos de arma de fogo no dia 28 de janeiro de 2018, sua ex-esposa, Ilma Alves do Nascimento.

A sessão de julgamento popular, teve início às 09h e terminou às 20h57min. Esta foi a primeira de uma sequência de 11 que serão realizadas em 2022, sob a presidência do Juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça.

O advogado Sérgio Magalhães, que auxiliou o Promotor de Justiça, Geraldo Rufino de Araújo Júnior, disse no final da sessão de julgamento que estava satisfeito com a sentença. “O resultado foi justo. A acusação está muito satisfeita e Justiça foi feita em Caicó, nesta noite. Nós conseguimos todas as qualificadoras e transcorreu dentro do que esperávamos e dentro da normalidade”, afirmou.

 O advogado de defesa do réu, Francisco das Chagas Medeiros, disse que respeita a decisão soberana do Conselho de Sentença e que vai ingressar com dois recursos. “O egrégio tribunal do júri decidiu pela condenação. Adriano já cumpriu 4 anos e 4 meses. Em 48 horas, eu estarei entrando com embargos declaratórios para que o juiz diga se vai aplicar a detração para que a pena seja reduzida e se vai haver alteração no regime”, declarou.

O advogado disse que o magistrado, na confecção da sentença, não tratou sobre a detração. O julgamento dos embargos poderá alterar o regime de cumprimento da pena. Se ocorrer alteração, não haverá recurso de apelação para o TJRN. “O artigo 387 do Código de Processo Penal diz que o juiz para fixar o regime de cumprimento de pena, ele tem que detrair, abater, o tempo de prisão provisória cumprida até então. Meu cliente teve ao longo dos anos presos, bom comportamento, trabalhos no interior da penitenciária e tempo de estudo suficientes para, diante da situação, garantir a ele o ingresso no regime semiaberto”, esclareceu.

(FOTO: Sidney Silva)

No plenário do Fórum Amaro Cavalcanti, onde aconteceu o júri, que teve início às 09hs, estavam presentes, amigos e familiares da vítima e do réu. Inicialmente, foram ouvidas a vítima, Ilma Alves e depois o acusado, Adriano Jorge. Na sequência, as testemunhas de acusação e defesa. Logo em seguida, tiveram início os debates entre o advogado que defendeu o réu e o promotor de Justiça.

De Sidney Silva

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JUSTIÇA ELEITORAL FISCALIZA CLINICA EM CAICÓ POR SUSPEITA DE COMPRA DE VOTOS; 11 PESSOAS FORAM CONDUZIDAS A DELEGACIA

A Justiça eleitoral realizou nesta segunda-feira(02) uma operação de fiscalização contra supostos crimes eleitorais em uma clinica médica e odontológica localizada na rua Tonheca Dantas nas proximidades da Central do Cidadão no bairro Penedo em Caicó.  Os funcionários da justiça eleitoral receberam denuncias de que a clinica estaria funcionando no domingo a noite e poderia está acontecendo favorecimento politico, mais como não conseguiram fazer a fiscalização naquele momento realizaram na manhã de segunda-feira, feriado de finados.  Ao chegar no local foi constatado a clinica em funcionamento com movimentação de pacientes e ao entrar pediram explicações e foram informados que aproveitaram o feriado para fazer moldagem para posteriormente ser realizado o orçamento do trabalho.  Os servidores da justiça solicitaram apoio da Policia Militar e conduziram até a delegacia para averiguação e prestar depoimentos três pessoas que trabalham na clinica e 8 pacientes que estavam presentes no local

SEXO, DROGAS E MUITO AMOR. VÍDEO DE SOGRA DE PREFEITO DE CAMPINA GRANDE PROVOCA "FRISSON" NA PARAÍBA

Um vídeo onde a sogra do prefeito de Campina Grande, Soraya Brito, aparece em um motel cheirando cocaína explodiu como uma bomba na Paraíba essa manhã. Soraya Brito é a mãe de Juliana Cunha Lima, casada com o prefeito Bruno Cunha Lima (Solidariedade). Bruno Cunha Lima é sobrinho do ex-governador Cássio Cunha Lima, que foi um dos líderes nacionais do PSDB. O ex-senador vai lançar seu filho, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), como candidato ao governo do Estado. A gravação está sendo muito comentada nas redes sociais, e a hashtag #fofocadecampina é uma das mais citadas na região. Ninguém sabe a autoria do vídeo.

CERVEJA EM FALTA...

Às vésperas das festas de fim de ano, o nível de ruptura da cerveja – índice que monitora a falta de produtos em supermercados brasileiros –, segue em alta. Em novembro, atingiu 19,45%, frente aos 10% registrados no mesmo mês de 2019.  O índice começou a subir em março, no início da quarentena. Nos últimos meses foram registrados 17,64% de ruptura, em setembro, e 18,92% em outubro.  O monitoramento acompanha os dados de 40 mil varejistas no Brasil e é feito pela Neogrid, especializada na sincronização da cadeia de suprimentos.  A falta de cervejas nas prateleiras se deve, principalmente, às dificuldades que as empresas enfrentam para comprar embalagens, como vidro para as garrafas e latas. Apesar do alto índice de ruptura, não há, por ora, risco de desabastecimento do produto.